Quarta, 17 de Agosto de 2022
25°

Nuvens esparsas

João Pessoa - PB

Internacional Emprego sobrando

Alemanha precisa urgentemente de trabalhadores; saiba quais

Há mais de 1,7 milhão de vagas de emprego em aberto.

01/08/2022 às 15h55 Atualizada em 01/08/2022 às 17h29
Por: ImpactoPB
Compartilhe:
Alemanha precisa urgentemente de trabalhadores; saiba quais

Levantamento da Confederação Alemã das Câmaras de Indústria e Comércio (DIHT, na sigla em alemão) aponta que 56% das empresas do país enfrentam um problema em comum: falta de força de trabalho.

De acordo com a Agência Federal do Trabalho (BA, na sigla em alemão), há buracos em 148 setores de trabalhistas, assim como alerta de risco em mais 122 áreas.

Encontrar um funcionário para uma vaga de emprego em um lar de idosos, por exemplo, pode levar até oito meses. Enquanto isso, em companhias de construção, a demora pode ser de seis meses.

Na Alemanha, há mais de 1,7 milhão de postos de emprego em aberto atualmente. Somado a isso, o Deutsche Welle aponta que o país perde por volta de 350 mil trabalhadores para a aposentadoria. Além disso, não há jovens para suprir esses números, e o déficit de profissionais deve chegar a 7 milhões em 2035.

"De cinco a dez anos atrás, nós colocávamos anúncios para oferecer nossos serviços; agora estamos anunciando em todas as mídias para atrair empregados", afirma Markus Winter, diretor-gerente da agência de prestação de serviços para a indústrias IDS, em Baden-Wüttemberg.

Ele conta que vem tentando preencher 20 vagas atualmente, que vão de serralheiros a motoristas de maquinaria pesada.

"Não é mais apenas um problema de campos especializados, mas um problema generalizado de mão de obra.", continua o executivo, que também aponta para a ausência de operários não especializados: “áreas que são realmente essenciais para a indústria, sem as quais nada acontece".

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias