Quinta, 18 de Julho de 2024
24°

Tempo nublado

João Pessoa, PB

Política Política

Queiroga foi punido por sugerir vermífugo a defensores da liberação das drogas: “Talvez mate essa gente”

A censura ética é a sanção mais severa possível a um ex-ministro, embora não o impeça de assumir outros cargos de confiança no governo federal.

10/07/2024 às 18h14
Por: ImpactoPB
Compartilhe:
Queiroga foi punido por sugerir vermífugo a defensores da liberação das drogas: “Talvez mate essa gente”

Marcelo Queiroga, pré-candidato à prefeitura de João Pessoa, recebeu uma punição da Comissão Ética da Presidência por ofender os defensores da liberação das drogas, além de defender a morte dos mesmos. Os xingamentos foram proferidos enquanto ele estava no cargo de ministro da Saúde do governo do ex-presidente Jair Bolsonaro.

Embora tenha sido aplicada em março, a censura ética foi mantida em sigilo até o momento. A declaração foi feita em julho de 2022, no auditório do Ministério da Saúde. Na ocasião, Queiroga chamou os defensores de “vermes” e defendeu suas mortes. 

“O Arnaldo [Correia, secretário do ministério] falou que o uso de drogas é uma das causas mais prevalentes da hepatite C. Nós somos contra o uso de drogas, embora haja pessoas que estão defendendo isso: liberação das drogas. Para esses vermes, nitazoxanida. Talvez mate essa gente”, disse.

A nitazoxanida citada por Queiroga é um vermífugo que fazia parte do “kit Covid”, junto com outros remédios ineficazes contra o vírus que foram promovidos durante o governo do ex-presidente.

A censura ética é a sanção mais severa possível a um ex-ministro, embora não o impeça de assumir outros cargos de confiança no governo federal, apenas mancha o currículo do mesmo. 

Fonte: wscom

 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias