Quinta, 18 de Julho de 2024
24°

Tempo nublado

João Pessoa, PB

Polícia SE DEU MAL

Criminoso morre após policial militar reagir assalto na Grande João Pessoa

Segundo o delegado Bruno Victor, o policial agiu em legítima defesa. “É feito apenas o boletim de ocorrência, vai ser ouvido e os procedimentos legais serão tomados, sem prisão em flagrante, lógico que o policial agiu a injusta agressão”. disse.

11/07/2024 às 09h30
Por: ImpactoPB
Compartilhe:
Criminoso morre após policial militar reagir assalto na Grande João Pessoa

Um criminoso morreu, na noite dessa quarta-feira (10), após uma tentativa de assalto frustrada, no bairro de Várzea Nova, em Santa Rita, na Grande João Pessoa. Um policial militar reagiu ao assalto e atirou contra o suspeito que morreu dentro do veículo.

De acordo com informações, o militar reformado trabalhava como taxista e teria aceito uma viagem que teve início em um Shopping no bairro de Tambiá, na Capital. Ao chegar no local conhecido como ‘Castanheiro’, em Santa Rita, o suspeito anunciou o assalto e assumiu a direção do veículo. Neste momento, o policial aproveitou o descuido e atirou contra o criminoso.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado, porém apenas constatou o óbito do suspeito, que morreu no banco do motorista dentro do carro.

Segundo o delegado Bruno Victor, o policial agiu em legítima defesa. “É feito apenas o boletim de ocorrência, vai ser ouvido e os procedimentos legais serão tomados, sem prisão em flagrante, lógico que o policial agiu a injusta agressão”. disse.

“Uma tentativa de latrocínio, que a vítima sofreu um assalto dentro do seu táxi, foi colocado um revólver na sua cabeça e ao desembarcar do carro estava portando uma arma de fogo, por ser policial, e a partir daí deu voz de prisão, quando o suspeito apontou a arma em sua direção e ele teve que efetuar alguns disparos para se defender, defender a própria vida e seu bem”, explicou.

Fonte: paraiba.com

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias